terça-feira, 11 de maio de 2010

Just a ghost.

Cuspirei versos de amor, pois a vida me mudou, falarei sobre coisas imundas de um mundo tão injusto, das minhas lágrimas transformarei em palavras, pois não são sempre tão dóceis como pensas, sou mais uma louca que quer gritar pro mundo sua vontade. mais uma daquelas que gosta do medo e do perigo, eles são mais divertidos.

Olho-me no espelho e não me encontro mais, será que ainda existe algo de útil aqui dentro de mim? Será que poderia um dia voltar a sorrir e falar versos de amor profundo?

Mais ai vem aquele gostinho de veneno sobre a boca, o sangue pulsa forte sobre as veias, e eu quero mais uma vez gritar, e me jogar, ir de cabeça sem medo de errar, eu estou pronta, se queres venha comigo, só não digas que não lhe avisei que será perigoso, mais do perigo farei o meu mais puro e doce destino. Correrei até o fim pra ter o que quero, e não há quem vá me parar, mais ainda voltarei aqui pra falar no que vai dar.

*Verônica Felix

4 comentários:

  1. A tristeza pode ser imensa, mas sempre vai haver motivo para sorri, e aquela menina doce sempre vai estar aí dentro, mesmo que escondida por um tempo. Beijos, queri :*

    ResponderExcluir
  2. A tristeza logo passará, pois irãosurgir muitos motivos para sorrir :)

    bjão =^.^=

    ResponderExcluir
  3. Passará! É preciso... Procurar a felicidade... E ai sim sorriremos :)

    ResponderExcluir
  4. Conheço bem o gosto do veneno...
    P.S:A casa nova tá linda, beijos

    ResponderExcluir